Com expectativas em sintonia, fabricantes e lojistas buscam novas oportunidades no SICC

Feira realizada em Gramado teve corredores lotados no primeiro dia de vendas

Lojistas de diferentes estados brasileiros desembarcaram em Gramado com objetivos bem definidos: conhecer os principais lançamentos da moda nacional em calçados e acessórios, e encontrar boas oportunidades de negócios. Nos corredores do Serra Park, que sedia a partir desta segunda-feira (22) o SICC - Salão Internacional do Couro e do Calçado, eles encontraram em primeira mão os lançamentos das principais marcas nacionais, com expositores dispostos a fechar vendas.

Consolidada como principal momento de encontro entre indústria e varejo no Brasil, a tradicional feira segue até a próxima quarta-feira (24). A confluência de expectativas entre os principais elos da cadeia de produção e consumo gerou números recordes nesta edição, tanto em expositores, quanto em emissão de passagens e diárias de hotéis para lojistas visitantes. “Acreditamos que teremos três dias muito bons. Chegamos ao SICC otimistas, especialmente pelo trabalho pré-feira feito tanto por nós quanto pela organização”, afirmou o presidente da Calçados Bibi, Marlin Kohlrausch, logo nas primeiras horas da feira.

Com uma rede composta por 13 lojas espalhadas por Fortaleza (CE), os lojistas da BamBam Calçados, Juliana Miranda e Luiz Antônio Brito, também circularam pelo SICC com os mesmos objetivos. “Queremos ver as novidades que a indústria está produzindo, e principalmente, queremos sentar e buscar negociações que nos deem competitividade na hora de atender o nosso cliente. Pelos primeiros contatos vimos que temos razões para estarmos otimistas com o fechamento de pedidos”, explica Juliana.

O SICC é a principal plataforma de lançamento de coleções de calçados e acessórios para a primavera e o verão do Brasil. As estações quentes são também as responsáveis pelo maior volume de vendas no varejo. “Viemos para a feira principalmente em busca das novidades, das tendências. Como o primeiro momento de apresentação das coleções é aqui, vir ao SICC nos ajuda a entender como serão as vitrines de verão, e nos dá subsídios para que façamos o nosso planejamento”, afirma o proprietário da Brued’s Calçados, de Hortolândia (SP), Edilson Tiago Carvalho.

Lançar de maneira abrangente sua coleção é o objetivo da Piccadilly, que apresenta sua nova coleção pela primeira vez. “Temos uma expectativa muito boa para a feira, muito otimista. Fizemos uma excelente coleção, e o que queremos é mostrar esse produto. Queremos que o lojista venha e conheça as nossas novidades, e a feira é um ótimo momento para isso. A partir do momento que ele conhece o que estamos mostrando acreditamos que ele vai fechar pedidos, aqui ou nas próximas semanas”, explica o gerente nacional de vendas da Piccadilly, André Oscar.

COMPRADORES INTERNACIONAIS – Logo na abertura do SICC, os primeiros compradores internacionais, dos cerca de 200 que estarão na feira, já começaram sua busca pelo melhor da produção brasileira. Os importadores foram recebidos pela direção da Merkator Feiras e Eventos, promotora do SICC. “Venho de um giro pela Europa, e chego aqui em busca principalmente de calçados femininos. Nossa ideia é fechar a compra de cerca de 20 mil pares”, explica o importador Samir Krayem, do Kuwait. Para a direção da feira, o momento é de consolidar os investimentos realizados, garantindo os bons negócios. “Há um otimismo entre varejo e indústria e acreditamos que essa expectativa positiva, aliada à qualidade do que trouxeram os nossos expositores, serão fatores determinantes para uma feira muito positiva”, explica o diretor da Merkator, Frederico Pletsch.