Calçados Beira Rio S.A reinaugura fábrica em Mato Leitão

Unidade será responsável por 6% do faturamento global da empresa.

A nova sede fabril da Calçados Beira Rio S.A em Mato Leitão retorna ao cenário calçadista do Rio Grande do Sul com área construída de 7,2 mil m². Estrutura superior a anterior e que totaliza R$43 milhões de investimento, incluindo equipamentos e maquinários. E a visão do futuro é sólida, pois a empresa vai gerar 180 empregos diretos, com base na recontratação de colaboradores dispensados devido ao incêndio ocorrido em 2020, além de 1,5 mil empregos indiretos, alocados entre os ateliês — estima-se entre 20 a 30 empresas terceirizadas —, que prestarão serviço à essa unidade, integralizando a capacidade produtiva de 25 a 30 mil pares/dia.

Parte da reconstrução contou com o apoio da prefeitura de Mato Leitão por meio de incentivo industrial. Prezando agilidade, a produção fabril agora entregará os calçados cortados aos ateliês, preparados para o acabamento. Impulsionando um novo fôlego para a revisão de qualidade e o embarque — que marca o retorno do produto para a fábrica a fim de cumprir pedidos de clientes nacionais e internacionais.

Sobre esta etapa, Roberto Argenta, presidente da Calçados Beira Rio S.A, afirma: “Geramos postos de trabalho e somos importantes contribuintes de ICMS e outros impostos que atuam, de forma direta ou indireta, no fomento à educação, saúde e segurança do povo gaúcho. Sendo assim, não poderíamos deixar de agradecer nossos colaboradores, fornecedores, clientes e comunidade por acreditarem na força desse grande projeto. Começa aqui uma nova caminhada, onde, juntos, faremos do Rio Grande do Sul o melhor estado do país!”.

Atualmente, a Calçados Beira Rio S.A conta com 9 mil empregos diretos e 25 mil indiretos distribuídos entre as 11 fábricas instaladas no Rio Grande do Sul. Um complexo que também inclui 300 empresas prestadoras de serviço em vários municípios do estado, além de fornecedores. Com a nova sede em Mato Leitão, as expectativas da empresa aumentam, especialmente para consolidar a atuação no mercado interno e na América Latina.